Cursos de Medicina e Fonoaudiologia recebem cinco estrelas do Guia do Estudante

Enviado por Edimilson Montalti em sex, 01/09/2017 - 14:03

Os cursos de Medicina e Fonoaudiologia da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Unicamp receberam cinco estrelas na avaliação do Guia do Estudante (GE) da Editora Abril. A avaliação constará da publicação GE Profissões Vestibular 2017/2018, que passa a circular nas bancas a partir do dia 14 de outubro.

Desde que a Unicamp desenvolveu seu vestibular próprio, o curso de medicina ocupa a primeira colocação como o mais disputado da Universidade. Em 2017, foram 24.313 candidatos inscritos para as 110 vagas oferecidas na Faculdade de Ciências Médicas (FCM). A relação candidato-vaga foi de 221,0. O curso de Fonoaudiologia oferece 30 vagas e a relação candidato-vaga no ano passado foi de 12,3, segundo dados da Comvest. (Veja tabela).

“O corpo docente altamente qualificado da FCM, o uso de novas tecnologias para o ensino médico, o estímulo à pesquisa desde o primeiro ano, a imersão dos alunos a partir do quarto ano em vivências de atendimento clínico com estágio supervisionado e o aprimoramento contínuo das disciplinas do curso, regido pelos princípios da reforma curricular, são os principais pontos que devem ter contribuído para a avaliação do GE”, disse Paulo Eduardo Neves Ferreira Velho, coordenador do curso de graduação em Medicina da FCM.

Já a coordenadora de graduação do curso de Fonoaudiologia da FCM, Christiane Marques do Couto, disse que vários fatores contribuíram para essa avaliação do GE. “O projeto pedagógico que respeita as Diretrizes Nacionais e procura também contemplar o panorama recente da profissão, a alta titulação e comprometimento do corpo docente e a articulação com outros cursos da área da Saúde da própria Universidade, a baixa evasão de alunos e a rápida inserção no mercado de trabalho dos egressos e a própria nota do ENADE, podem ter contado no resultado”, disse Christiane.

O Guia do Estudante (GE) realiza a avaliação anual de cursos superiores há mais de 23 anos. Durante nove meses, os profissionais do GE contaram com a ajuda de professores e coordenadores de 2.053 faculdades para atribuir os conceitos aos cursos avaliados. (Veja os critérios de avaliação do GE).