Base do Crânio

Equipe responsável

Prof. Dr. Jorge Rizzato Paschoal
Dr. Leopoldo Nizam Pfeilsticker
Fga Adriana Tessitore
Fga Marion Mory

Histórico
O Serviço de Cirurgia da Base do Crânio e Nervo Facial atua na Disciplina de Otorrinolaringologia há mais de 20 anos buscando o diagnóstico, tratamento e reabilitação do paciente com tumores da base anterior e lateral do crânio. Protocolos foram estabelecidos, entre outros, para paragangliomas jugulo – timpânicos, angiofibromas nasofaríngeos, ressecções endoscópicas e correção de fístulas liquóricas. Atua simultaneamente com outras especialidades, principalmente a Neurocirurgia, valorizando o trabalho multidisciplinar. Assiste integralmente aos portadores de doenças afetando o nervo facial, de qualquer etiologia.
Oferece assistência complementar fonoaudiológica especializada em terapia miofacial para pacientes com paralisia facial.

 

Objetivos
O Serviço de Cirurgia da Base do Crânio e Nervo Facial promove o diagnóstico precoce, tratamento e reabilitação do paciente com tumores da base anterior e lateral craniana buscando maior sobrevida com a melhor qualidade de vida para estes pacientes.
Assistência completa aos pacientes portadores de paralisias faciais, incentivando o desenvolvimento de trabalhos acadêmicos que proporcionem novas e melhores diretrizes no seu tratamento.
Atua na formação de novos médicos otorrinolaringologistas capacitando-os a operar nesta área da especialidade e no trabalho multidisciplinar.
Contribui para a formação complementar de fonoaudiólogos(as) na reabilitação miofacial da paralisia facial periférica.

Constituição
O Serviço é constituído de três otorrinolaringologistas responsáveis pelos cuidados médicos. Possui um serviço de Fonoaudiologia responsável pela terapia de reabilitação miofacial dos pacientes com paralisia facial.
Todos os pacientes são assistidos pelo serviço de urgência da Disciplina de Otorrinolaringologia 24 horas por dia.
Uma equipe de Odontologia associada responde pelos cuidados orais prévios assim como pela reabilitação protética das seqüelas orofaciais estéticas e funcionais após os tratamentos cirúrgicos. Um grupo de enfermeiras é responsável pelo suporte básico dos pacientes enquanto estão sob cuidados médicos ambulatoriais ou durante sua internação no pré, intra e pós-operatório.

Organização
Nosso atendimento médico ambulatorial ocorre às sextas-feiras simultaneamente ao atendimento fonoaudiólogico.
Todo o atendimento médico é realizado pelos residentes, supervisionados por médicos responsáveis pelo serviço. Os residentes freqüentam o serviço em esquema de rodízio ao longo de seus três anos de residência médica. O serviço dispõe de três horários cirúrgicos às quintas-feiras sendo uma sala durante todo o dia e outra por meio período.
Uma atividade teórica com programação definida ao longo de todo o ano complementa formação teórica destes novos profissionais.

 

CASO TÍPICO ATENDIDO NO SERVIÇO