Qualificações e Defesas - Detalhes

POLÍTICA, PLANEJAMENTO E GESTÃO DOS HOSPITAIS UNIVERSITÁRIOS FEDERAIS

Candidato(a): Nilton Pereira Júnior
Orientador(a): Gastao Wagner De Sousa Campos



Apresentação de Defesa
Curso: Doutorado em Saúde Coletiva
Local: Anfiteatro da Pós-Graduação
Data: 14/12/2018 - 14:00 hrs
Banca avaliadora
Titulares
Gastao Wagner De Sousa Campos - Presidente
Ademar Arthur Chioro dos Reis - Escola Paulista de Medicina - UNIFESP
June Barreiros Freire - Hospital Estadual de Sumaré
Marcia Aparecida do Amaral - Prefeitura Municipal de Campinas
Alzira de Oliveira Jorge - Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais
Suplentes
Leila Bitar Moukachar Ramos - Universidade Federal de Uberlândia
Gustavo Tenorio Cunha

Resumo


Influenciado pela Reforma Sanitária, o Planejamento em Saúde no Brasil objetiva a compreensão das práticas sociais e sanitárias e a intervenção sobre elas, considerando a necessidade de transformações sociais e de produção de saúde. Entretanto, metodologias que priorizam resultados econômicos vêm ganhando espaço na gestão pública brasileira. Nas últimas décadas formulou-se um conjunto de políticas relacionadas à gestão e à atenção do SUS e dos hospitais. Este estudo realiza uma análise temática de conteúdo, buscando compreender os processos de planejamento em 50 Hospitais Universitários Federais. A maior parte divulgou seus planos, mas com diferença significativa entre as naturezas jurídicas e administrativas. Apesar de quase todos os hospitais apresentarem arranjos e dispositivos de qualificação da gestão, apenas três hospitais envolveram trabalhadores na construção dos planos. Nenhum hospital envolveu usuários e gestores do SUS. Encontrou-se um alinhamento entre os problemas priorizados e os eixos estruturantes da Política Nacional de Atenção Hospitalar . Há, porém, uma preocupação excessiva com problemas administrativos e tecnologias de informação, que se sobrepõe aos problemas relacionados ao modelo de atenção e à gestão da clínica.