Assistência Médica

Para se precaver de eventuais problemas relacionados a questões médicas, é bom contratar um seguro-saúde para cobrir o período em que você estiver no exterior.
Ele costuma garantir assistência médica em caso de doença ou acidente, serviços odontológicos, cobertura de gastos com medicamentos e, dependendo do plano, até indenização para perda de bagagem e assistência jurídica. 

As próprias agências costumam oferecer o serviço. Dependendo da cobertura, os preços variam entre 50 e 200 dólares por mês.  Mesmo que você tenha feito um seguro de viagem, se você for estudante, o ideal é procurar um seguro-saúde do país onde está, pois o custo-benefício (preço especial para estudantes vs. serviços) é maior do que qualquer seguro privado. 

 

Remédios

Se faz uso de algum medicamento rotineiro, agende uma consulta com um médico para solicitar receitas. Fique atento às restrições do país de destino.

A entrada de medicamentos em outros países poderá sofrer fiscalização sanitária. Portanto, não esqueça a prescrição médica. Lembre-se de levar (preferivelmente na bagagem de mão) os medicamentos necessários à completa duração da viagem. Recomenda-se que os medicamentos sejam mantidos na caixa original para melhor identificação. Fique atento ao volume individual dos recipientes, pois, pelas normas de segurança aérea, somente é permitido levar na bagagem de mão:

• Medicamentos essenciais acompanhados de prescrição médica (a prescrição deverá possuir o nome do passageiro para ser confrontado com o nome que consta no cartão de embarque)

• Medicamentos que não necessitam de prescrição médica: colírio, solução fisiológica para lentes de contato etc. (desde que não excedam 100 ml ou 3.4oz)

• Insulina e líquidos especiais ou gel, para passageiros diabéticos, acompanhados de prescrição médica (desde que não excedam 100 ml ou 3.4oz)

• Cosméticos sólidos (batom, protetor labial ou desodorante em bastão etc.)

 

Vacinas

Algumas vacinas podem ser obrigatórias para entrada no país. Pesquise com antecedência!