Cultura de Células da Pele

O atendimento aos pacientes e o ensino aos alunos e residentes permitiram, em 1998, com o projeto “Comportamento dos transplantes de melanócitos no tratamento do vitiligo”, a obtenção de recursos FAPESP, para a criação do Laboratório de Cultura de Células da Pele – LCCP – CIPED-FCM/Unicamp. O impacto da inauguração com a divulgação deste Laboratório, o primeiro no Estado de São Paulo, trouxe ex-alunos, ex-residentes, alunos de outros Departamentos e até de outros Institutos, agora, como pós-graduandos. Assim, pela primeira vez no Brasil, uma pele humana reconstruída através do projeto “Modelo de Pele Humana Reconstruída “in vitro”. Em 2003 foram realizados estudos histológicos e imunohistoquímicos no modelo obtido, validado pelo estudo fotoacústico realizado no Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Faculdade de Bioengenharia da Universidade do Vale do Paraíba – UNIVAP. A partir disso o LCCP tornou-se suporte para a viabilização da realização de diversas teses, cooperação com outros Departamentos da Faculdade, com outros Institutos da Unicamp e ainda com outras Instituições de ensino, pesquisa e assistência no Brasil e no Exterior. Dando continuidade a linha de pesquisa em Medicina Regenerativa e Translacional, com enfoque em Terapia Celular em colaboração com Ambulatório de Moléstias Vasculares Periféricas do Departamento de Cirurgia da FCM-UNICAMP, são desenvolvidos projetos de tratamento de úlceras de estase venosa através do auto enxertos de queratinócitos. Com recursos FAPESP e FAEPEX, através do projeto “Terapia celular com transplantes autólogos de culturas de células dérmicas e epidérmicas em pacientes portadores de queimaduras”, o LCCP foi transformado em Sala Limpa Iso 7 Classe 10.000, única na Unicamp. O uso deste ambiente permitiu levar adiante a realização de pesquisas avançadas e inovadoras com terapia celular autológa em pacientes portadores de queimaduras e de ulceras cutâneas de diferentes etiologias. Para viabilização deste projeto, com a Unidade de Terapia de Queimados do Hospital São Camilo de Itú. Em colaboração com o Ambulatório de Endocrinologia da Faculdade de Ciências Médicas de Santos, foi concluído o projeto “Terapia celular com implantes autólogos de células dérmicas e epidérmicas em úlceras cutâneas de pacientes diabéticos”. O projeto “Terapia celular para ulceras cutâneas de pacientes queimados com implantes de co-culturas de fibroblastos e células tronco mesenquimais em plasma autólogo rico em plaquetas”, foi contemplado com auxílio FUNADERSP-SBD. Atualmente, em parceria com a FEQ-UNICAMP, são desenvolvidos os projetos “Modelo de substituto de pele humana constituído de co-culturas de queratinócitos e fibroblastos em matrizes biológicas de quitosana e alginato” e “Produção de Scaffolds Incorporados com Óleos Naturais para Regeneração Cutânea a partir da Tecnologia de Eletrofiação”. Em colaboração com o Instituto Nacional de Engenharia Biomédica – Universidade do Porto – Portugal está em desenvolvimento o projeto cellularized multifunctional hydrogels for the treatment of diabetic ulcers (SKINGEL).
Sigla do Laboratório: 
LCCP
Professores responsáveis: 
Profa. Dra. Maria Beatriz Puzzi
Linhas de pesquisa: 
Avaliação de Membranas Biológicas como Curativos Experimentais Aplicados à Terapia de Lesões Cutâneas. Terapia Celular Autóloga com Cullturas de Queratinócitos e Células-Tronco Mesenquimais Derivadas de Adipósitos em Úlceras Cutâneas Crônicas. Terapia Celular: Transplantes Autologos de Células Dermicas e Epidermicas em Úlceras Cutaneas. Desenvolvimento de Meio de Cultura e de Estratégias de Obtenção de Alta Massa Celular no Cultivo ex vivo de Células da Pele para Aplicação Clínica. Produção de Scaffolds Incorporados com Óleos Naturais para Regeneração Cutânea a partir da Tecnologia de Eletrofiação.
Palavras-chave: 
Fibroblastos; Queratinócitos, Terapia Celular, Medicina Regenerativa, Biotecnologia e Medicina Translacional
Colaboração/convênio com entidades estrangeiras: 
Instituto Nacional de Engenharia Biomédica - Universidade do Porto - Porto/Portugal
Principais equipamentos utilizados para o desenvolvimento das pesquisas: 
Citometria de Fluxo; Incubadora de CO2; Ultra Freezer - 80ºC; Centrifuga Refrigerada; Microscópio invertido; Câmara de Fluxo Laminar;
Fundos de financiamento: 
FAPESP
Outras agências ou convênios que financiam os projetos do laboratório: 
FUNADERSP - Sociedade Brasileira de Dermatologia
Biologistas: 
Paulo César Martins Alves
Pesquisadores colaboradores: 
Profa. Dra. Ângela Maria de Moraes - Faculdade de Engenharia Química - Unicamp; Prof. Dr. Edson Bittencourt - Faculdade de Engenharia Química - Unicamp; Profa. Dra. Ana Terezinha Guillaumon - Faculdade de Ciências Médicas - Unicamp
Pesquisadores externos à Unicamp: 
Prof. Dr. Edgar Dutra Zanotto - Departamento de Engenharia de Materiais da Universidade Federal de São Carlos (DEMa/UFSCar), e coordenador do CeRTEV. Prof. Dr. Marco Andrey Cipriani Frade - Dermatologia USP-RP/SP.
Pesquisadores internacionais: 
Prof. Dr. Pedro Lopes Granja - Instituto Nacional de Engenharia Biomédica - Universidade do Porto - Porto/Portugal
E-mail: 
lccp@fcm.unicamp.br
Telefone: 
19 3521-8988
Prédio: 
FCM01 - Faculdade de Ciências Médicas 
Endereço: 
Rua Tessália Vieira de Camargo
126
Cidade Universitária Zeferino Vaz
13083-887
Campinas
SP