Investigação Clínica de Resistência À Insulina

O Laboratório de Investigação clínica em resistência à insulina, atua nas diferentes linhas de pesquisa que abrange desde os mecanismos moleculares de resistência à insulina até o estudo da microbiota intestinal em modelos de obesidade e diabetes. O laboratório assim como o INCT de Obesidade e Diabetes tem quatro grandes missões: 1) pesquisa; 2) formação de recursos humanos; 3) transferência de conhecimentos para a sociedade e 4a) transferência de conhecimento para o governo com participação ativa nas políticas públicas voltadas à obesidade e ao diabetes; 4b) transferência de conhecimento ao setor empresarial ou ao governo na forma de patentes com objetivos diagnósticos e terapêuticos. O programa de pesquisa do laboratório apresenta um componente clínico e um básico. Os estudos clínicos envolvem: a) estudos genéticos em populações brasileiras com obesidade ou diabetes; b) estudos fisiopatológicos em obesos e diabéticos e c) comparação de diferentes formas de tratamento cirúrgico de obesidade e diabetes. Os estudos básicos, em modelos animais e em cultura de células, incluem: a) mecanismos de controle da ingestão alimentar e gasto energético; b) mecanismos moleculares de resistência à insulina; c) regulação e mecanismos moleculares de alteração na secreção de insulina, e d) mecanismos envolvidos nas complicações da obesidade e do diabetes. O laboratório busca interações com vários centros de pesquisas que permitem estudos em diferentes direções de integração: dos pacientes para a bancada, estudo caso-controle para fisiopatológico e da bancada para os pacientes.
Sigla do Laboratório: 
LICRI
Professores responsáveis: 
Mario José Abdalla Saad
Linhas de pesquisa: 
Microbiota intestinal, Resitência Insulínica e Obesidade; Mecanismo Molecular de Resistência à Insulina; Mecanismos de Controle da Ingestão Alimentar e Gasto Energético; Regulação e mecanismos moleculares de alteração na secreção de insulina; Mecanismos envolvidos nas complicações da obesidade e do diabetes
Palavras-chave: 
obesidade, diabetes, microbiota, resistência à insulina
Principais equipamentos utilizados para o desenvolvimento das pesquisas: 
Equipamento de PCR em tempo real, sistemas de eletroforese de proteína (Western Blot), fotodocumentadora, CLAMS, ultracentrífugas refrigeradas, bombas de infusão, micrótomo, central de inclusão, microscópio, balanças analíticas, biofreezeres, etc.
Fundos de financiamento: 
FAPESP
CNPq
Biologistas: 
Andrey dos Santos; Dioze Guadagnini
Técnicos: 
Jósimo Pinheiro
Pesquisadores colaboradores: 
Maria Helena de Melo Lima; Marco Antonio de Carvalho Filho; Patricia Prada; Eduardo Rochette Ropelle; Licio Augusto Velloso
Pesquisadores externos à Unicamp: 
Prof. Alexandre Gabarra de Oliveira, Universidade Estadual Paulista (UNESP); Prof. Bruno de Melo Carvalho, Universidade Estadual de Pernambuco (UPE); Carla R. O. Carvalho, Universidade de São Paulo (USP); Ana Mayra Andrade Oliveira, Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS)
Pesquisadores internacionais: 
Prof. Franco Battista Ennio Folli, Universidade do Texas (EUA)
E-mail: 
licri@fcm.unicamp.br
Telefone: 
19 3521-8950
Prédio: 
FCM01 - Faculdade de Ciências Médicas 
Endereço: 
Rua Tessália Vieira de Camargo
126
Cidade Universitária Zeferino Vaz
13083-887
Campinas
SP