Pesquisa Aplicada Em Dermatologia E Infecções Por Bartonela

A partir de um caso de angiomatose bacilar atendido no HC da Unicamp o pesquisador responsável passou a estudar as infecções por estas bactérias. Procurou inicialmente conseguir um modelo animal utilizando camundongos imunocompetentes e imunodeficientes, já que as respostas são distintas, respectivamente, granulomatosas e angioproliferativas nestes hospedeiros. Estudou a ultra-estrutura da Bartonella henselae antes e após a passagem in vivo. Por tratar-se de agentes intra-eritrocitários, o risco de transmissão transfusional das bartonelas foi aventado. Sangue doado experimentalmente infectado mostrou que as bactérias sobreviviam à estocagem convencional. Encontrou a primeira doadora de sangue com infecção por estes agentes da literatura médica e estes foram marcos para que o risco de transmissão transfusional fosse considerado. Com auxílio financeiro do Johns Hopkins documentou que 3,2% de doadores de sangue do Hemocentro da Unicamp estudados eram bacterêmicos para bartonelas. Por se tratarem de bactérias fastidiosas, o desafio diagnóstico levou-o a fazer o pós-doc com microscopia confocal, quando utilizou cultura primária de pele humana para desenvolver a infecção. Com recurso obtido do Programa Ciências sem Fronteiras, na linha de Pesquisador Visitante Especial, com a Profa. Dra. Kalpna Gupta, da Universidade de Minessota, iniciou pesquisa translacional, mostrando que o limiar de dor está diminuído em animais infectados com Bartonella henselae. Utilizando técnicas moleculares, microbiológicas, histopatológicas e imunológicas o grupo vem estudando a prevalência em diferentes grupos de pacientes, particularmente pacientes falciformes, hepatopatas, com endocardite, com febre de origem desconhecida, entre outros. Outras parcerias se estabeleceram com Instituições nacionais e estrangeiras. O grupo tem a preocupação de buscar técnicas diagnósticas mais sensíveis para a infecção por estas bactérias, já que resultados falso negativos são frequentes em humanos e em animais. Isto foi bem documentado quando avaliou-se a prevalência de infecção por bartonelas em gatos de Campinas. Apenas com a utilização de diferentes técnicas moleculares em amostras distintas conseguiu-se identificar que 90% dos gatos estudados estavam infectados. Procurado pelo Prof. Dr. Nilson Maia, do Instituto Agronômico de Campinas e por Indústria Alimentícia nacional, pesquisas na área de cicatrização utilizando óleos vegetais como tratamento de úlceras cutâneas foram inciadas e geraram o pedido de duas patentes. Mais recentemente o grupo vem estudando a ação da isotretinoína na mucosa do trato respiratório de animais.
Sigla do Laboratório: 
PADIB
Professores responsáveis: 
Paulo Eduardo Neves Ferreira Velho e Renata Ferreira Magalhães
Linhas de pesquisa: 
Diagnóstico de Bartonella spp; Prevalência da Infecção por Bartonella spp; Modelo animal na infecção por Bartonella spp; Cicatrização; Isotretinoína e modelo animal
Palavras-chave: 
Bartonella; Diagnóstico; Cicatrização; Isotretinoína.
Colaboração/convênio com entidades estrangeiras: 
Colaboração com a Universidade de Minnesota-USA, no Departamento de Dermatologia, com as pesquisadoras Kalpna Gupta e Marna Ericson, convênio PVE 2042/2012
Principais equipamentos utilizados para o desenvolvimento das pesquisas: 
Termiciclador, PCR Real Time, DNA Sequencer, Microscópios, Leitora de Microplacas, Citometria de Fluxo, Incubadora de CO2, Shaker, Fluxos Laminares, Fontes de Eletroforese, Freezer -80°C e Geladeiras.
Fundos de financiamento: 
FAPESP
Capes
Indústria Farmacêutica
Outras agências ou convênios que financiam os projetos do laboratório: 
FAEPEX e FUNADERSP
Biologistas: 
Amanda Roberta de Almeida
Técnicos: 
Karina de Almeida Lins
Pesquisadores colaboradores: 
Maria Letícia Cintra; Rovilson Gilioli; Maria de Fátima Servidoni
Pesquisadores externos à Unicamp: 
Professora Gislaine Vieira Damiani; Instituto Federal do Paraná; Professor Rinaldo Focaccia; INCOR - USP; Professor Nilson Maia, Instituto Agronômico de Campinas;
Pesquisadores internacionais: 
Professora Kalpna Gupta; Universidade de Minessota; Professora Marna Ericson; Universidade de Minessota; Professor Pedro Paulo Diniz, Universidade Western California; Professor Edward Breitschwerdt; Faculdade de Medicina Veterinária, Universidade da Carolina do Norte
E-mail: 
amanda76@fcm.unicamp.br
Telefone: 
19 3521-9134
Prédio: 
FCM06 - CPG - Pós-Graduação
Endereço: 
Rua Tessália Vieira de Camargo
126
Cidade Universitária Zeferino Vaz
13083-887
Campinas
SP