LAPACIS

O LAPACIS, nascido em 2006, encontra-se finalizando seu segundo setênio, rumo à confirmação de sua identificação com projetos de pesquisa, ensino e extensão de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICS) no Sistema Único de Saúde (SUS).

A cada sete anos uma nova força impulsiona o desenvolvimento humano, em suas condições física, psíquica e espiritual. A Teoria do Desenvolvimento Biográfico (BURKHARD, 2014), baseada na Antroposofia, afirma que os seres humanos percorrem fases específicas constituídas arquetipicamente por períodos de sete anos, denominados setênios (STEINER, 2013). No primeiro setênio (0 a 7 anos), por exemplo, o empenho é com a vitalidade – a manutenção e preservação da vida; no segundo setênio (7 a 14 anos), entra em cena o aprendizado, acionando o processo cognitivo e despertando o desenvolvimento emocional. Ao se transportar esse conceito para as instituições, pode-se obter uma similaridade de seu desenvolvimento nos mesmos moldes. 

O Laboratório foi criado em 2006 sob a supervisão do Prof. Dr. Nelson Filice de Barros, para desenvolver pesquisas e disseminação de conhecimento. Está instalado na Faculdade de Ciências Médicas da UNICAMP, no departamento de Saúde Coletiva. O nascimento do LAPACIS coincide com a portaria n. 971/2006 do Ministério da Saúde que formaliza e orienta a necessidade da inclusão das PICS (Práticas Integrativas e Complementares em Saúde) no Sistema Único de Saúde (SUS).

O LAPACIS é um Laboratório de pesquisas, ensino e extensão de conhecimentos científicos e tradicionais, reconhecidamente, promotores e geradores de saúde e bem-estar. Está conectado com a Organização Mundial da Saúde, que desde 1978 incluiu em suas metas para o novo milênio a (re)integração de práticas alternativas, complementares e integrativas nos processos ditos convencionais e hegemônicos de cuidado e cura.

Nesse caminho, recebemos vários impulsos.

 
Em 2008 houve um estímulo com o financiamento do Economic and Social Research Council do Reino Unido, para o desenvolvimento de um projeto sobre o uso de PICS por pessoas em tratamento com diabetes: Indigenous and international non biomedical treatments for diabetes in Brazil: an exploratory study of use in social. 

Em 2009 foi criada e supervisionada pelo LAPACIS a Liga de Medicina Integrativa da UNICAMP. Na pós-graduação em Saúde Coletiva, criou-se também a disciplina SC-424 - Tópicos em Ciências Sociais e Práticas Alternativas, Complementares e Integrativas em Saúde.

Em 2011 foi iniciada a construção de um projeto guarda-chuva sobre as PICS na Atenção Primária em Saúde. Foi realizado o I Simpósio de Práticas Alternativas, Complementares e Integrativas em Saúde e Racionalidades Médicas na Faculdade de Ciências Médicas/UNICAMP organizado pelo LAPACIS. Também, foram desenvolvidos outros projetos: 1) A Construção do Cuidado Integrativo no Câncer – um estudo exploratório; 2) Yoga e Promoção de Saúde, que contou com aulas de Yoga gratuitas para funcionários e docentes da FCM/ UNICAMP.

Em 2013 foi criada a disciplina eletiva do curso de Medicina da FCM/UNICAMP MD-878 Introdução à Medicina Integrativa. Foi aprovado pelo CNPQ o projeto guarda-chuva "As racionalidades médicas e práticas integrativas e complementares nos serviços de atenção primária em saúde na região metropolitana de Campinas/SP". O LAPACIS protagonizou a criação do GT Racionalidades Médicas e Práticas Integrativas e Complementares (GT RM-PIC) na ABRASCO (Associação Brasileira de Saúde Coletiva). Também, neste mesmo ano, foi realizado o II Simpósio de Práticas Alternativas, Complementares e Integrativas em Saúde e Racionalidades Médicas na FCM/ UNICAMP, organizado pelo LAPACIS.

Em 2015 foi criado o Grupo de Plantas Medicinais e Fitoterápicos do LAPACIS. Sob a responsabilidade do LAPACIS, foi fundada a Liga de Plantas Medicinais e Fitoterápicos (2016).

Em 2018 foi obtido mais um importante financiamento pela Chamada MCTIC/CNPqNº 28/2018 – Universal, para o desenvolvimento do projeto “Práticas Integrativas e Complementares na Atenção Primária à Saúde nas Regiões Metropolitanas de Porto Alegre, Fortaleza, Campinas e Goiânia”

Ao longo dos 13 anos de existência do LAPACIS clareamos nossa missão, projetamos o desenvolvimento de nossas relações e atividades. Além disso, desenvolvemos projetos promissores e coerentes, que pavimentam nosso caminho com fundamentações teórico-práticas. Em nossas muitas experiências, adotamos o conhecimento das tradições e inovações em seu sentido mais amplo, assumimos a concretude da multidimensionalidade humana e disseminamos a co-responsabilidade de cada agente envolvido no processo saúde-doença, de onde emerge o conceito de “cuidado emancipador”. 

Sigla do Laboratório:

LAPACIS

Professor responsável:

Prof. Dr. Nelson Filice de Barros

E-mail:

lapacis.unicamp@gmail.com        

 

Site:

http://www.fcm.unicamp.br/fcm/lapacis

 

Telefone:

19 3521-9240

 

Prédio:

FCM01 - Faculdade de Ciências Médicas  

                                                                   

Endereço:

Rua Tessália Vieira de Camargo, 126

Cidade Universitária Zeferino Vaz

13083-887- Campinas/ SP