Eliana Amaral e Luis Otávio Sarian são incluídos na galeria de autoridades do Depto. de Tocoginecologia e Caism

Enviado por Edimilson Montalti em qua, 15/05/2019 - 14:14

A pró-reitora da graduação da Unicamp, Eliana Martorano Amaral e o superintente do Hospital da Mulher Prof. Dr. José Aristodemo Pinotti (Caism), Luis Otávio Zanatta Sarian, foram homenageados na manhã de quinta-feira (9) no anfiteatro do Caism. Eles tiveram suas fotos incluídas na galeria de autoridades do Departamento de Tocoginecologia e do Caism.

Eliana Amaral teve o seu quadro de foto descerrado devido a sua gestão como chefe do Departamento de Tocoginecologia no período de 2015 a 2017. Sarian teve o seu quadro de foto descerrado devido a sua gestão como superintendente do Caism no período de 2015 a 2019. Ele foi reconduzido ao cargo de superintendente do Caism em abril desse ano, para mais uma gestão.

De acordo com a professora e atual chefe do Departamento de Tocoginecologia da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Unicamp, Mary Angela Parpinelli, o início do descerramento dos quadros de fotos dos ex-chefes do departamento e ex-superintendentes do Caism nasceu na década de 1990, durante a gestão do professor Luis Carlos Zeferino, hoje diretor da FCM.

“Devemos manter viva essa tradição. Esse tipo de homenagem traz lembranças daqueles que se dedicaram na construção e no destino do departamento e do hospital da mulher, com a finalidade do cumprimento da missão que nos é dada pela Universidade, pela faculdade e pela sociedade”, pontuou Mary Angela.

Eliana Amaral, embargada pela emoção, lembrou rapidamente de sua trajetória acadêmica e profissional dentro do Departamento de Tocoginecologia – desde o início de sua residência médica em obstetrícia na FCM – até o convite para ser pró-reitora de graduação da Unicamp. “Tudo isso aconteceu porque o Departamento de Tocoginecologia me deu apoio para crescer. Não é em qualquer lugar do país que isso acontece. Ser obstetra e estar nesse Departamento é uma opção de vida para mim”, finalizou Eliana.

Luis Otávio Sanata Sarian disse que o momento era tocante e emotivo. Assim como Eliana, Sarian tem uma história pessoal para contar. Seus pais foram alunos da FCM, sua mãe docente e José Aristodemo Pinotti – idealizador do Caism – foi quem fez o seu parto. “Eu me lembro das visitas à Santa Casa de Misericórdia, onde a faculdade de Medicina começou. Construi minha vida dentro da Unicamp e é por isso que a gente luta com tanta avidez pelo Caism e pelo Departamento”, ressaltou Sarian.

O diretor da FCM, Luiz Carlos Zeferino, parabenizou os homenageados, ressaltou a potência do Departamento e do Caism na formação de lideranças e ratificou a importância em se conhecer a história de cada instituição para entender melhor os problemas atuais.

“O não conhecimento da trajetória [de cada instituição], acaba tendo impacto nas decisões administrativas e acadêmicas. De todos os momentos que eu já vivi na Universidade, a crise atual é incomparável no âmbito da Universidade e das unidades assistenciais”, alertou Zeferino durante sua fala aos colegas homenageados.

Muniz Skaf, pró-reitor de Pesquisa da Unicamp, compareceu ao evento representando o reitor da Unicamp, Marcelo Knobel. Ele disse ser raro ver departamentos tão intensos e unidos como na área médica. “Aqui é diferente e interessante. Isso tem reflexos profundos na Universidade e na sociedade. É um orgulho parabenizar a todos que construíram essa Unidade”, pontuou Skaf.