Fique de Olho!

Ciência Aplicada à Qualificação Médica

O Programa Ciência Aplicada à Qualificação Médica foi criado em 2016 com a finalidade de propiciar aos médicos residentes uma qualificação em nível de Pós-Graduação estrito senso. Permite que o residente faça seu projeto de mestrado durante a residência médica e encerre junto com seu término. O período do mestrado é de dois anos.  O mestrado profissional deve gerar produtos técnicos, que visam melhorar a qualidade do serviço, da assistência e seja importante para a sociedade.

Objetivos

Proporcionar aos médicos residentes qualificação adicional à sua área de atuação e introduzi-los em processos típicos de programas de pós-graduação como preparo para comitê de ética, exames de qualificação e bancas de defesa de dissertação e redação de trabalho científico.

• Propiciar ao médico residente a análise crítica do meio em que é realizado seu treinamento, e desenvolver, por meio de projetos, mecanismos de melhoria assistencial.

• Melhorar a formação no entendimento de artigos e trabalhos de pesquisa que podem influenciar a prática médica.

• Estimular o interesse pela carreira acadêmica e desenvolver habilidades de ensino e pesquisa.

Inscrição de novos discentes

Para ingresso no Programa, é necessário:

  • Projeto adequado ao objetivo do mestrado profissional que resulte em produto técnico de qualidade, factível no período e impactante para o serviço e a sociedade;
  • Carta de aceite do orientador;
  • Currículo do aluno.
  • Teste de proficiência em língua estrangeira.
  • As datas de inscrição são divulgadas na página do programa.

A seleção dos alunos é realizada tradicionalmente em janeiro, matrículas em fevereiro e início das atividades em março. Esta seleção é realizada pela comissão gestora do Programa, composta por quatro docentes de diferentes áreas. Os critérios de avaliação são, por ordem de importância:

1. Projeto de pesquisa: característica, factibilidade, impacto, possível produto final.

2. Currículo do aluno (documentos, participação em pesquisa, publicação).

3. Currículo do professor (produção científica, participação na assistência).

Produtos do mestrado profissional

Os principais produtos de um programa de pós-graduação são: 1) produção intelectual feita por docentes e discentes; 2) formação de pessoas. A produção intelectual é representada por produtos científicos ou técnicos. O mestrado profissional valoriza: protocolos, patentes, manuais, diretrizes, relatórios técnicos, livros, capítulos de livros, materiais de ensino, softwares, desenvolvimentos de técnicas, instrumentos, etc.

Programa curricular

O curso é presencial e as aulas ocorrem à noite duas vezes por semana na FCM no primeiro semestre e uma vez no segundo. O ensino à distância é uma necessidade do Programa, visto a dificuldade de horários dos residentes. As disciplinas utilizam a plataforma Google Classroom e Google Meets para discussão. O Programa consta de três áreas de concentração, três disciplinas obrigatórias e três eletivas, dentre as quais o aluno precisa cursar apenas duas:

AA – Eficácia e efetividade de testes diagnósticos e protocolos de tratamento em saúde

AB – Epidemiologia clínica

AC – Qualificação dos processos assistenciais

São oferecidas as seguintes disciplinas obrigatórias:

  • QM001 - Medicina baseada em evidências: revisões sistemáticas e metanálise
  • QM002 - Epidemiologia clínica
  • QM003 - Bioética clínica e segurança do paciente

São disciplinas eletivas:

  • QM004 - Redação de trabalhos científicos
  • QM005 - Metodologia dos testes diagnósticos
  • QM006 - Melhoria dos processos assistenciais

Corpo docente

O Programa prestigia a inserção de docentes jovens com grande potencial de produção científica, mas ainda não inseridos nos programas acadêmicos de pós-graduação, e docentes ligados à assistência que conhecem as demandas do serviço e têm condição de propor melhorias nos processos, gerando bons e úteis produtos técnicos de mestrado profissional. Quanto à política de avaliação do corpo docente, o programa conta com 46, sendo 39 permanentes (85%) e 7 colaboradores. Espera-se para o próximo quadriênio que 70% dos docentes permanentes sejam exclusivos do programa. É importante que a produção seja em conjunto com o discente e se valoriza a qualidade do produto técnico, embora publicações em revistas científicas sejam desejáveis. A participação efetiva do docente no programa é determinada pela administração de disciplinas, comissão gestora, orientações e defesas com fluxo mantido. Na avaliação atual, 80% dos docentes permanentes contribuíram com ao menos dois alunos ingressantes e ao menos uma defesa concluída.

Lista dos docentes credenciados

Valorização do Programa

Para avaliação do programa junto a CAPES, são considerados os seguintes fatores:

  • Impactos educacional, tecnológico, sanitário, etc., valorizando a inserção social.
  • Desempenho do Programa na formação de recursos humanos e na nucleação de grupos de pesquisa em outros estados e regiões do país.
  • Percentual de Egressos dos programas de pós-graduação inseridos em funções de docência e pesquisa desenvolvendo atividades de pesquisa em institutos de pesquisa, indústria farmacêutica, cargos de gestão, etc. Para tanto, o seguimento dos egressos do Programa é necessário.
  • Interdisciplinaridade entre outros programas, departamentos e áreas dentro da universidade.
  • Internacionalização, caracterizado pela participação de professores estrangeiros, intercâmbio de docentes e alunos, participação em eventos internacionais, etc.

Contato:

https://www.fcm.unicamp.br/fcm/ciencia-aplicada-qualificacao-medica

Secretária: Daniela Rufino

Endereço: Prédio da Pós-Graduação, Faculdade de Ciências Médicas

Telefone: (19) 3521-9142

E-mail: mpresid@unicamp.br