campanha

tp-pos

Qualificação - Orientações complementares

O Exame de Qualificação será realizado perante uma Comissão Julgadora composta por três professores titulares e um suplente, portadores de, no mínimo, o título de Doutor.

O Orientador é o presidente da banca.

O que devo apresentar para o exame de qualificação?

Manuscrito contendo Introdução, Objetivos, Material e Métodos, Resultados, Discussão Preliminar, Planejamento Futuro e Bibliografia. Alternativamente, a apresentação em forma de um ou mais artigos em elaboração será admitida. Serão também aceitos artigos publicados ou submetidos para publicação, desde que façam parte do trabalho de Dissertação do aluno.

No caso de apresentação em forma de artigo, o planejamento futuro deverá constar em anexo, assim como o objetivo geral da Dissertação. Além disso, nesse caso o aluno deverá seguir as normas de formatação de uma revista científica reconhecida na sua área de atuação, a qual deverá ser especificada no texto.

Como montar minha banca de Qualificação?

Comissão Julgadora do exame de qualificação deverá ser composta por três professores titulares e um suplente (orientador + dois professores titulares + 1 suplente), portadores de, no mínimo, o título de Doutor. O Orientador é o presidente da banca. Não é obrigatória a presença de membro externo à Universidade.

Importante: só poderão compor Comissões Examinadoras os membros que atendam aos princípios da impessoalidade e da ética na relação com o aluno, seu orientador e outros membros da Comissão, conforme Informação CCPG 003/2015 - trata da impessoalidade entre aluno/orientador e membros de banca. Na página da CPG você encontra mais informações sobre os procedimentos para qualificação.

Procedimentos:

A solicitação de qualificação deve ser enviada pelo SIGA com, ao menos, 30 dias de antecedência da data agendada.

Detalhes sobre este procedimento nas instruções gerais da CPG/FCM.

É de responsabilidade de aluno/orientador encaminhar o convite (emitido pela secretaria) aos membros da banca, bem como buscar e reservar o local para realização. O trâmite acontece da seguinte forma:

1. Aluno e orientador definem banca, horário e local para o exame;

2. Aluno envia a solicitação pelo SIGA, não se esquecendo de anexar o manuscrito o mais completo possível,

3. A coordenação do programa avalia e, estando ok, a secretaria aprova o pedido;

4. O pedido segue para validação do orientador;

5. Secretaria emite as cartas convite e envia para aluno/orientador, para que sejam encaminhadas à banca, juntamente com o manuscrito.

Como será a avaliação?

Para a realização do exame de qualificação de mestrado profissional o aluno deverá entregar para banca examinadora com no mínimo 15 dias de antecedência:

1. O manuscrito contendo Introdução, Objetivos, Material e Métodos, Resultados, Discussão Preliminar, Planejamento Futuro e Bibliografia. Alternativamente, a apresentação em forma de um ou mais artigos em elaboração será admitida. Serão também aceitos artigos publicados ou submetidos para publicação, desde que façam parte do trabalho de Dissertação do aluno.

No caso de apresentação em forma de artigo, o planejamento futuro deverá constar em anexo, assim como o objetivo geral da Dissertação. Além disso, nesse caso o aluno deverá seguir as normas de formatação de uma revista científica reconhecida na sua área de atuação, a qual deverá ser especificada no texto.

2. O aluno deverá colocar como anexo em seu documento enviado ao membro da banca o parecer do CEP e/ou PATGEN e/ou CEUA onde tenha o documento emitido por estes que conste a aprovação e o documento que conste o nome do aluno;

3. Enviar projeto apresentado em seu ingresso no programa ou o projeto substituto que já esteja aprovado no programa.

O processo de avaliação do exame de qualificação para o Mestrado Profissional levará em conta:

1. Apresentação oral pública de pelo menos 30 (trinta) a até 60 (sessenta) minutos, onde o aluno discorrerá sobre o tema de seu trabalho e seus resultados;

2. Arguição sobre o andamento do projeto e perspectivas futuras, baseada na apresentação oral e no manuscrito depositado no ato da solicitação do exame.

A Comissão Julgadora elaborará um parecer final que será entregue ao programa. Neste parecer deverá constar se o(a) aluno(a) foi aprovado(a) ou reprovado(a). No parecer deve estar claro o cumprimento de todos os itens abaixo.

Critérios que justificam reprovação do aluno na qualificação (UM critério já justifica a reprovação):

  1. Falta de coesão e coerência entre partes do projeto inicial (título, justificativa, objetivos e métodos) e os resultados apresentados e discutidos;
  2. Métodos não contemplados na aprovação do CEP e/ou PATGEN e/ou CEUA (o aluno deverá colocar como anexo em seu documento enviado ao membro da banca o parecer do CEP e/ou PATGEN e/ou CEUA onde tenha o documento emitido por estes que conte a aprovação e o documento que conste o nome do aluno); A banca será corresponsável pela verificação da adequação dos aspectos éticos do trabalho;
  3. Desenvolvimento do projeto com resultados correspondentes aos objetivos descritos na proposta inicial;
  4. Erros conceituais graves relativos ao conteúdo do projeto a critério da banca examinadora.

Em caso de reprovação, o aluno poderá repetir o exame de qualificação uma única vez no prazo de 45 dias com a mesma banca examinadora.