Pesquisa do projeto Crânio-Face Brasil recebe prêmio sobre inovações para o SUS

Enviado por Camila Delmondes em seg, 18/12/2017 - 10:52

Conduzida pelos pesquisadores Marshal Italo Barros Fontes e Isabella Lopes Monlleó, sob a orientação da chefe do Departamento de Genética Médica da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp, Vera L. Gil da Silva Lopes, a pesquisa "Fendas Orais no SUS – Alagoas: definição de modelo para referência e contrarreferência" – foi premiada com o 2º lugar do “Prêmio Nacional de Incentivo em Ciência, Tecnologia e Inovação para o SUS 2017”, na categoria Pesquisas Exitosas.

A premiação aconteceu em São Paulo, no mês de novembro, durante o evento “Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde 2017: Conectando Pesquisas e Soluções”.

O trabalho integra o projeto Crânio-Face Brasil coexecutado pela FCM Unicamp e teve como objetivo – de acordo com Marshal Fontes, em entrevista concedida ao portal da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal) – “conceber e testar um sistema de referência e contrarreferência em genética usando as fendas orais como modelo. Além de trazer como benefício para população a perspectiva de contribuir com a organização do cuidado com as pessoas com fenda oral, no âmbito do SUS, com a participação dos gestores das esferas municipal, estadual e federal, englobando os três níveis de atenção, a básica, média e alta complexidade”. 

Leia matéria da Uncisal na íntegra

Saiba mais sobre o projeto Crânio-Face Brasil