Curso de primeiros socorros tem recorde de participantes

Enviado por Edimilson Montalti em ter, 02/07/2019 - 09:20

Durante dois dias, mais de 350 pessoas participaram do curso de Primeiros Socorros promovido pela disciplina de cirurgia do Trauma da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Unicamp. “Realizamos esse curso desde 2011 e essa edição teve um recorde de participantes”, destacou o médico Gustavo Pereira Fraga, responsável pela disciplina. O curso foi ministrado pelos alunos do segundo ano de Medicina da FCM, com a supervisão da equipe da Disciplina de Cirurgia do Trauma da Unicamp e profissionais da Terzius e Renovias.

“Nos países desenvolvidos, as pessoas aprendem primeiros socorros desde a infância. O interesse da população de Campinas e região em ajudar as pessoas e a possibilidade da troca de experiências entre especialistas e público leigo talvez tenham sido determinantes para essa grande procura pelo curso esse ano”, disse Élcio Hirano, médico da disciplina de cirurgia do Trauma da FCM.

Ricardo Augusto Esteves trabalha com esportes e crianças na Sociedade Hípica de Campinas. Ele revolveu se inscrever para o curso para aprender como socorrer crianças em caso de emergência. “O clube já fez esse curso, mas aqui na Unicamp é a primeira vez que participo”, disse. João Pedro Bragança Bastos, de 19 anos, resolveu fazer o curso porque tem muitos acidentes acontecendo. “Já presencie acidentes de motocicleta e, após o curso, se eu precisar ajudar vou estar preparado”, revelou.

Victor Campos, aluno do segundo ano de Medicina, passou para os inscritos noções básicas de Primeiro Socorros, como por exemplo manusear uma fratura sem prejudicar o traumatizado. “São informações que qualquer pessoa precisa saber para socorrer alguém antes da chegada de pessoas especializadas e passar informações ao resgate”, disse Victor.

Pesquisa premiada

Avaliação de curso de suporte básico de vida para leigos ministrado por alunos de graduação em medicina ficou com o terceiro lugar durante o Intergastro&Trauma, evento que reuniu 1.500 especialistas em Campinas. Os autores são Andressa Christine Ferreira Silva, Alcir Escocia Dorigatti, Thiago Rodrigues Araújo Calderan, Elcio Shiyoiti Hirano e Gustavo Pereira Fraga, da disciplina da Cirurgia do Trauma da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Unicamp.

O estudo avaliou as respostas de 260 participantes de um total de 1.449 inscritos no curso de Primeiros Socorros dos anos de 2013 a 2018. O curso é ministrado anualmente na FCM ao público leigo, com supervisão de professores da Disciplina de Cirurgia do Trauma, abordando tópicos como reanimação cardiopulmonar, manobras de desobstrução de vias aéreas e controle de hemorragias.

“Um dos fatores determinantes da sobrevivência e de melhores prognósticos de pacientes vítimas de trauma e emergências cardiovasculares é ter recebido primeiros socorros adequados. O curso, ministrado pelos secundaristas do curso de medicina, foi efetivo para aumentar o conhecimento dos leigos sobre primeiros socorros”, disse Andressa Christine Ferreira Silva.