Fique de Olho!

Legislação

Deliberação CONSU-A-003/2018, de 03/04/2018 - (Dispõe sobre o Programa de Pesquisador de Pós-Doutorado)

Resolução GR-043/2013, de 31/07/2013 (Estabelece procedimento interno com vistas à isenção de tradução de documentos acadêmicos oriundos do exterior para matrícula de candidatos ao Programa de Pesquisador de Pós-Doutorado.)

FAQ - Dúvidas Comuns

QUAL O SITE PARA ACESSO AO SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE PESQUISADORES, ONDE FAÇO MEU CADASTRO E ACOMPANHO MINHA SITUAÇÃO?

Link do Sistema de Gerenciamento de Pesquisadores: http://www.siarh.unicamp.br/sgp/

COMO PEÇO O MEU CADASTRO PARA ACESSO AO SISTEMA E PARA INICIAR O PROCESSO?

Você deve informar à secretaria da CPG, pelo e-mail do programa: posdfcm@unicamp.br os seguintes dados: nome completo, e-mail, nome do supervisor. Com estes dados, será feito o pedido de cadastro no sistema - você será notificado pelo e-mail informado do próximo passo.

QUAIS DADOS DEVEM CONSTAR NO MEU CADASTRO NO SISTEMA?

Todos os campos existentes no sistema devem ser preenchidos, independentemente de serem obrigatórios ou não.

Em Documentos Pessoais, deve-se anexar um arquivo único, com RG (não é válida a CNH), CPF, Comprovante de endereço atualizado e certidão de nascimento ou casamento (este último para casados ou divorciados).

O comprovante de endereço deve ser uma conta atual (água ou luz no nome do pesquisador) ou declaração de próprio punho, atestando a informação, com data e assinatura.

O diploma anexado no sistema deve ter frente e verso.

QUAL DEVE SER O COMPROVANTE DE FINANCIAMENTO QUE VOU ANEXAR NO SISTEMA?

Termo de Outorga da bolsa junto à agência de fomento, com todas as assinaturas necessárias, conforme o caso, se for FAPESP: Declaração Fapesp (pode ser solicitada através do e-mail converse2@fapesp.br); se for PNPD CAPES: Termo de Compromisso Anexo II da Portaria CAPES nº 86 de 03/07/2013.

QUANDO MEU SUPERVISOR MANIFESTA ANUÊNCIA NO SISTEMA?

Após o preenchimento e envio dos dados pelo pesquisador no Sistema de Gerenciamento de Pesquisadores, o suspervisor será notificado para acessar o sistema e validar o pedido/tomar anuência de ingresso.

COMO TENHO ACESSO AO CARTÃO DE IDENTIDADE FUNCIONAL?

Após o pedido de ingresso no programa e tramitação em todas as instâncias, o pesquisador receberá e-mail notificando que já está ativo no programa. A partir desse momento, ele poderá entrar em contato com a DGRH pelo telefone: (19) 3521-2960 e perguntar à equipe se já consta na base de dados o seu registro para emissão do cartão. Se confirmado, o pesquisador deverá ir até à DGRH, retirar um cartão provisório, cadastrar foto para emissão do cartão definitivo e aguardar notificação para retirada do cartão definitivo.

A DGRH está localizada na Rua da Reitoria, n.º 165/191 - Prédio IV. 
O horário de atendimento é das 09h00min às 17h00min 
Obs.: Para localização a DGRH fica ao lado do Gabinete do Reitor e Agência do Banco Santander.

JÁ SOU PESQUISADOR VINCULADO AO PROGRAMA, COMO PEÇO PRORROGAÇÃO?

Se você já teve o vínculo efetivado pelo Sistema da DGRH (SGP), é possível solicitar a prorrogação no próprio sistema, acessando a área do interessado, no link: https://www.siarh.unicamp.br/sgp/

Mas, para todos os pesquisadores que tiveram o vínculo iniciado antes de 07/2018 deverão apresentar um relatório final, referente ao período que esteve vinculado ao programa, com parecer do supervisor, aprovando o envio desse relatório, conforme detalhado abaixo:

  • Relatório de Atividades* desenvolvidas pelo pesquisador de Pós-Doutorado, no período da vigência do financiamento;
  • Carta do docente supervisor, aprovando o envio do relatório final do pesquisador.

* não existe modelo para o Relatório de Atividades, sugerimos que ele contemple os resultados alcançados, produção vinculada e atuação acadêmica no período do financiamento.

A documentação deverá ser entregue na recepção da secretaria da CPG, para finalização do vínculo e posterior emissão pela Diretoria Acadêmica da Declaração de Atividades de Pós-Doutorado, que poderá ser retirada no atendimento da DAC.

Depois disso feito, o pesquisador deve solicitar o cadastro para acesso ao sistema e iniciar o processo no sistema web, gerenciado pela DGRH.

PRECISO DE UMA DECLARAÇÃO DE VÍNCULO, COMO SOLICITO?

Após a regularização do ingresso, no próprio sistema (http://www.siarh.unicamp.br/sgp/) é possível gerar uma declaração.

COMO POSSO CONCORRER A BOLSA DE PÓS-DOC DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO (PNPD/CAPES)?

O ingresso no Programa é a forma como a Universidade institucionalizou o vínculo para pesquisadores de pós-doutorado, o que não tem relação direta com o pleito à bolsa de pós-doutorado dos programas de pós-graduação (PNPD/CAPES) - cuja seleção ocorre junto aos programas de pós-graduação da FCM.

O aluno que possui o título de doutor pode concorrer à bolsa de pós-doc que os programas de pós-graduação oferecem, desde que o supervisor seja credenciado no programa de interesse e exista seleção aberta para isto.
Os trâmites e exigências são específicos de cada um de nossos cursos, portanto esta dúvida deve ser esclarecida com cada secretaria de curso.

FUNCIONÁRIO DA UNICAMP PODE SER INGRESSADO NO PPPD?

Conforme artigo 3º da Deliberação CONSU A-003/2018 e Parecer PG nº 271/2015, de 6 de fevereiro de 2015, não é possível que funcionários da Unicamp sejam ingressados no PPPD, pois têm que ter dedicação em tempo integral ao pós-doutorado.

SOU PROFESSOR DE UNIVERSIDADE E CONSEGUI AFASTAMENTO PARA REALIZAR O PÓS-DOUTORADO - POSSO PEDIR O INGRESSO NO PROGRAMA?

Para ingresso ou renovação de vínculo no PPPD, é necessário financiamento do projeto, além do salário/vencimento regular do interessado, de acordo com a Deliberação CONSU-A-003/2018, de 03/04/2018, Artigo 3º, § 4º - "O Pesquisador de Pós-Doutorado deverá comprovar financiamento aprovado de agências de fomento, Universidades, Fundações ou de instituições que garantam sua participação e dedicação em tempo integral às atividades previstas no Projeto de Pós-Doutorado."

Portanto, além do afastamento com vencimentos, o pesquisador também precisará comprovar financiamento do projeto para solicitar ingresso no programa.

Caso não exista financiamento do projeto, o interessado pode vincular-se ao Programa de Pesquisador Colaborador, é possível obter certificação equivalente, conforme previsto na Deliberação CONSU-A-016/2020, no Artigo 10 – "Findo o período de permanência no Programa de Professor Colaborador ou Pesquisador Colaborador, o interessado fará jus à declaração das atividades desenvolvidas, mediante apresentação e aprovação do relatório..."

PESQUISADOR COLABORADOR QUE ADERIR AO PPPD PRECISA SE DESVINCULAR COMO COLABORADOR?

Sim. Ele não poderá ter os dois vínculos - a sugestão é que dê início ao trâmite de vínculo em um programa antes de encerrar o outro - como o processo exige aprovação em diversas instâncias, o pesquisador pode ficar descoberto em algum período entre o cancelamento e o novo vínculo.

EM CASO DE AFASTAMENTO PARA ESTUDOS NO EXTERIOR, A QUEM PEDIR DECLARAÇÃO PARA APRESENTAR À INSTITUIÇÃO FINANCIADORA?

Pesquisadores que precisam se afastar para estudos no exterior e necessitam de declaração autorizando seu afastamento, para apresentar ao órgão que lhes concedeu a bolsa, deve solicitá-la à Secretaria da CPG/FCM, que deverá elaborá-la, com parecer do supervisor do pesquisador. 

POSSO DESENVOLVER PARTE DO PÓS-DOUTORADO NO EXTERIOR?

É preciso informar no projeto inicial que está previsto o desenvolvimento de parte da pesquisa no exterior. Se constar tal informação e houver renovação/prorrogação a DGRH poderá efetivar a atualização do vínculo do pesquisador para o período integral informado, caso contrário, poderemos renovar/prorrogar o vínculo do(a) pesquisador(a) para o período todo (considerando o período de pesquisa no exterior). Se não constar tal informação, poderemos renovar/prorrogar o vínculo do(a) pesquisador(a) apenas para o período de pesquisa no país.