Manejo e Controle de Pragas e Vetores

Cronograma de Visitas para Controle de Pragas - Simeprag (2º Semestre/2019)

Julho - Dias 04 e 15

Agosto - Dias 05 e 19

Setembro - Dias 02 e 16

Outubro - Dias 07 e 21

Novembro - Dias 04 e 18

Dezembro - Dias 02 e 16

 

O Verão está chegando, e nas terras brasileiras há claros indícios de que a temperatura está subindo. Neste clima primaveril e antecedendo ao regime de alta pluviosidade, dias mais longos e ao aumento da temperatura típicos do verão tropical, a Faculdade de Ciências Médicas – FCM traz ações preventivas para evitarmos a proliferação das famosas “pragas-urbanas” em nosso ambiente de trabalho.

Mas por que estes artrópodes, aves e mamíferos cuja importância no ecossistema são incontestáveis recebem este taxativo demérito de “pragas urbanas”?

A FCM tem atuado frequentemente no controle das seguintes espécies, mas isto não exime a contratada de combater e controlar as demais espécies que possam surgir, exceto pombos e cupins de solo.

- Filo Arthropoda:

Classe Arachnida: Escorpiões, Carrapatos, Ácaros, Pulgas e Aranhas.

Classe Insecta: Baratas, Formigas, Cupins de madeira seca, Brocas, Moscas, Mosquitos, Pernilongos, Marimbondos e Vespas/Abelhas (Sob orientação do CEMA/DMA/Prefeitura/Unicamp).

- Filo Chordata

Sub-Filo Vertebrata

Classe Mammalia: Roedores (Ratazanas, Ratos, Camundongos).

Os animais acima mencionados são vetores de várias doenças e têm por habitat e ciclo de vida afinidade com altas temperaturas e intenso regime pluvial, tais condições favorecem sua proliferação e desenvolvimento, intensificando o risco para agravos como: dengue, febre amarela, zika, leptospirose entre outros. Além de serem vetores naturais, o hábito forrageiro de algumas espécies favores a disseminação de micro-organismos pelos diferentes ambientes.

Abaixo elencamos algumas medidas diárias generalistas para evitar a proliferação destes animais em nosso ambiente de trabalho:

- Realizar a correta segregação dos resíduos, depositando resíduos orgânicos como: restos de alimentos, cascas de frutas e outros somente em lixeiras que contenham sanito preto.

- Sempre que observado, solicitar a manutenção preventiva para fechamento de frestas e buracos em azulejos, muros e paredes, para impedir que sirvam de abrigo às pragas – Solicitação do M.S.A através de OS.

- Manter ralos fechados.

- Não se alimentar em escritórios, ou próximo ao teclado de computador e mouse, evitando que as salas fiquem com migalhas e restos de alimentos.

- Não ter vasos de plantas com pratinhos, evitando o acúmulo de água parada.

- Sempre que observado enviar um e-mail ao MSA para que seja acionado o controle e manejo de “pragas urbanas”.

Empresa responsável pela execução dos Serviços de Controle de Pragas: Sime Prag

 

Contato: msa@fcm.unicamp.br -  via E-mail

Telefone: +55 (19)35218911 ou 18912