Estudantes de Medicina promovem ação de prevenção e promoção à saúde no Centro de Saúde Cássio Raposo

Enviado por Camila Delmondes em ter, 05/11/2019 - 09:13

Texto: Luana Konishi

No dia 30 de outubro, alunos do segundo ano do curso de graduação em Medicina da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Unicamp realizaram uma ação no Centro de Saúde Cássio Raposo, de Campinas, voltada para a prevenção e promoção da saúde voltada a sexualidade, sífilis e câncer de mama. As atividades compreenderam dinâmicas e oficinas relacionadas à sexualidade, teste rápido de sífilis, HIV e Hepatite, além de brincadeiras com as crianças, todas pensadas e organizadas pelos próprios alunos da disciplina MD442 - Saúde e Sociedade II. 

"A ação integrou todo o Centro de Saúde e os alunos puderam vivenciar junto a equipe e usuários atividades relacionadas ao movimento vital expressivo, trocas de experiências e vivências, habilidades e competências fundamentais para o processo de formação do profissional da saúde", explicou a docente do Departamento de Saúde Colétiva da FCM, Juliana Luporini do Nascimento, que supervisionou o trabalho dos estudantes.

Toda a ação durou a manhã inteira e contou com café da manhã financiado pelo Centro Acadêmico Adolf Lutz e pelo próprio Centro de Saúde. Toda a ação foi organizada junto à equipe de saúde da Unidade Saúde, apresentando o tema da “Sífilis” como algo bastante relevante a ser abordado junto à população, já que houve crescimento no número de casos da IST. Nesse sentido, as atividades realizadas para a campanha do Outubro Rosa tiveram não só o objetivo de informar a população acerca da doença por meio da realização de dinâmicas de concordo-discordo, como também de abordar o tema da sexualidade, quebrando tabus e abordando a temática de forma clara e consistente.

“Foi uma oportunidade muito grande poder promover e participar dessa campanha destinada à comunidade do CS Cássio Raposo, ainda mais com um engajamento espetacular tanto da população, que esteve disposta a nos escutar e participar do evento, quanto dos profissionais do próprio Centro de Saúde, que se dedicaram, nos apoiaram e possibilitou esse dia tão importante. Com certeza essa ação foi um grande aprendizado sobre o que significa um evento de saúde voltado à comunidade, no âmbito da Saúde da Família e da Atenção Primária”, disse Henrique Pereira Lima, aluno que participou das dinâmicas sobre a Sífilis.

“A atividade trouxe um contato bastante íntimo entre nós alunos e a população, o que foi extremamente produtivo para ambos. O envolvimento na atividade por parte dos usuários do Centro de Saúde foi excepcional, nos trazendo grande satisfação. Eles tiraram dúvidas pertinentes e pareciam muito interessados no tema, mesmo sendo a maioria da terceira idade, o que demonstra mais uma vez que saúde sexual e sexualidade é um tema de todas as idades”, conclui Estevão Henrique Cachioni, também aluno do segundo ano de medicina.