Laboratório de Microbiologia adquire equipamento para identificação rápida de bactérias e fungos

Enviado por Edimilson Montalti em seg, 04/12/2017 - 10:06

O Laboratório de Microbiologia do Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp está adquirindo o equipamento Matrix Assisted Laser Desorption Ionization – Time of Flight (Maldi-Tof) que trará um grande avanço tecnológico e agilidade na identificação de bactérias e fungos. O Maldi-Tof é uma técnica de espectrofotometria de massa que detecta moléculas de massa maior, como as proteínas.

De acordo com o médico Carlos Emílio Levy, uma das principias características do equipamento é identificar em cerca de 5 minutos – a partir de uma cultura positiva de uma bactéria, microbactéria ou fungo – o gênero e espécie destes microorganismos. Na metodologia automatizada, esse tempo é cerca de 100 vezes maior e com menor precisão.

“Outra vantagem é que o equipamento, praticamente, não consome insumos. Esse equipamento é de grande potencialidade e terá aplicações na rotina e pesquisa. Ele terá um importante impacto clínico na agilização do diagnóstico e conduta terapêutica de infecções graves”, explicou Levy.

Para relatar as vantagens, recursos e limitações desta nova metodologia na identificação de microorganismos, aconteceu no dia 29 de novembro, no anfiteatro Paulistão da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Unicamp, a palestra O desempenho do Maldi-Tof na rotina do Laboratório de Microbiologia Clínica.

A palestra foi proferida por Marinês Dalla Valle Martino, professora adjunta da disciplina de Microbiologia da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e coordenadora médica do setor de microbiologia Departamento de Patologia Clínica e Anatomia Patológica do Hospital Albert Einstein.

De acordo com Levy, o equipamento custou R$ 1 milhão de reais e foi adquirido por verba parlamentar do deputado federal Paulo Freire. A previsão é de que o Maldi-Tof seja inaugurado nas próximas semanas.