Reunião do DAISC aborda saúde mental para crianças e adolescentes e a luta antituberculose na França

Enviado por Edimilson Montalti em ter, 14/05/2019 - 12:38

No dia 27 de abril, aconteceu a reunião mensal do Diretório de Análise Institucional e Saúde Coletiva (DAISC), no anfiteatro do Departamento de Saúde Coletiva da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Unicamp.

O evento começou com a apresentação de Poliana Silva de Oliveira sobre as Experimentações no apoio matricial em saúde mental para crianças e adolescentes na atenção básica: a busca pela aprendizagem coletiva. A apresentação foi baseada na sua dissertação do curso de mestrado profissional defendida na Escola de Enfermagem da USP de Ribeirão Preto, sob orientação de Cinira Magali Fortuna. Veja aqui a dissertação na íntegra.

Poliana realizou intervenções em grupo com o referencial da Socioclínica Institucional e concluiu que houve efeitos da pesquisa, pois inaugurou uma aproximação entre os profissionais da atenção básica e do Centro de Atenção Psicossocial necessária para um cuidado mais ampliado das crianças e adolescentes.

Na sequência, Karen da Silva Santos apresentou sua dissertação Os aspectos institucionais e as práticas profissionais em relação a luta antituberculose e os imigrantes na França: estudo de caso no CLAT (Centro de Luta Antituberculose) na cidade de Limoges, França, defendida na Universidade de Limoges, sob orientação de Patricia Bessaoud-Alonso.

A pesquisa foi elaborada a partir de uma análise das implicações da pesquisadora, que vivenciou as dificuldades de uma estudante estrangeira, sobretudo com a exigência de exames de tuberculose para a obtenção de visto de permanência. A autora identificou dificuldades de comunicação entre profissionais e estrangeiros na sua experiência, mas também em entrevistas e nas observações.    

O Diretório é composto de docentes e pós-graduandos de outras universidades do país. Por isso, a reunião de maio ocorrerá nos dias 24 e 25 na Universidade Federal Fluminense (UFF) em Niterói/RJ, onde os membros do diretório conhecerão mais de perto os trabalhos desenvolvidos pelas professoras Ana Lúcia Abrahão (Escola de Enfermagem), Lucia Cardoso Mourão e Ana Clementina Vieira de Almeida (Instituto de Saúde Coletiva) e seus respectivos grupos de pesquisa.

A conferência de abertura será feita pela professora Solange L’Abbate, no dia 24 de maio, às 14 horas, no auditório Professora Rosalda Paim na Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa. A conferência sobre a trajetória da Saúde Coletiva no Brasil. Veja aqui o convite.


Texto: Daniel Vannucci Dobies e Edimilson Montalti