Parceria entre FCM e FE apresenta a peça teatral “O coro dos já finados”
Publicado por: Camila Delmondes
27 de junho de 2024

Compartilhar:

Em que medida somos capazes de considerar a morte, realmente, como parte natural da vida? Essa foi a questão de fundo do espetáculo teatral “Coro dos já finados” apresentada no Teatro da Praça da Paz da Unicamp, nos dias 20 e 21 de junho, como resultado da criação colaborativa entre e a Faculdade de Ciências Médicas (FCM) e a Faculdade de Educação (FE), por meio da Disciplina MD-885: o Teatro na Relação Médico-Paciente, sob a responsabilidade dos professores Thiago Martins Santos, Adilson Ledubino, Jamiro Wanderley e André Luiz Gonçalves de Oliveira.

Segundo explicou o médico e coordenador da MD-885, Thiago Martins Santos, a parceria entre FCM e FE, por meio da arte, é de longo prazo, e tem como base de sustentação os três pilares da Universidade, de ensino, pesquisa e extensão. “A FE tem contribuído enormemente para a educação médica através das atrizes e atores que fazem os pacientes simulados e as aulas de teatro do primeiro ano do curso. Através das disciplinas eletivas MD885 e MD985 – ambas destinadas ao aperfeiçoamento da relação entre profissionais da saúde e a sociedade – buscamos a aproximação com a comunidade, não apenas com a inclusão de pessoas fora do ambiente acadêmico, como também com a oferta de espetáculos teatrais gratuitos”, disse.

O espetáculo teve o apoio da Pró-Reitoria de Desenvolvimento Universitário (PRDU) da Unicamp por meio do Programa de Incentivo aos Novos Docentes e apresentou históricas cômicas e composições musicais autorais que possibilitaram, a partir da comédia, reflexões profundas sobre morte e vida, discussão ainda considerada um tabu. Segundo explicou o docente da FCM, muitas pessoas ainda sentem dificuldade para abordar e aceitar a morte como parte integrante da vida.

“A morte precisa ser encarada e discutida abertamente com familiares, amigos, cuidadores e profissionais da saúde. Muitos profissionais da saúde também não aceitam a morte como parte da profissão encarando-a como uma espécie de derrota. Nossa peça tenta desanuviar essas tensões de forma bem-humorada, provocando a reflexão sobre a vida, encarando a morte de frente”, comentou.

Thiago Martins falou, também, sobre a metodologia MEET (Medical Education Empowered by Theater) utilizada no contexto da Disciplina MD-885, que adota a responsabilidade social e aplica o conceito de cognição sensível para capacitar os estudantes de Medicina como protagonistas de seu aprendizado e desenvolvimento profissional para se tornarem agentes de mudança, tanto na vida dos pacientes quanto nos sistemas de saúde.

“A estrutura teórica da metodologia MEET se baseia nos conceitos de libertação, educação emancipatória, pedagogia crítica e teatro participativo para oferecer aos alunos e professores de Medicina uma oportunidade de problematizar, criticar e, com sorte, reformar as estruturas hierárquicas e muitas vezes opressivas da educação e da prática médica”, afirmou.

Na avaliação de Thiago, o feedback de aceitação da MD-885 tem sido positivo tanto entre os alunos, quanto do público que assiste aos espetáculos. Ele recorda que durante o período de afastamento social necessário ao enfrentamento da pandemia de Covid-19, o grupo realizou uma sessão on-line de Teatro Fórum, em que os espectadores podem se tornar atores da peça (espect-atores), segundo propunha Augusto Boal, criador do Teatro do Oprimido. “Esta apresentação teve a participação de mais de uma centena de pessoas. Quando voltamos para o presencial, já montamos três espetáculos, sempre partindo da criação coletiva entre estudantes e tutores da Disciplina”.


FICHA TÉCNICA:

Docentes responsáveis:
Prof. Dr. Jamiro Wanderley
Prof. Dr. Thiago Martins Santos
Prof. Dr. André Luíz Gonçalves de Oliveira
Prof. Dr. Adilson Ledubino

Elenco/Criadores
Aparecida Chiaperini
Eleonora Dantas
Fátima Mendes
Giovanna Dinelli
Guilherme Marcondes
Jamiro Wanderley
Marcelo Santa Rosa
Maria Alice Garcia
Mariana Lobo
Tatiana Mirabetti Ozahata

Músicos/Criadores
André Luíz Gonçalves de Oliveira
Rebeca Vazquez
Thiago Martins Santos

Direção e Dramaturgia
Adilson Ledubino



Notícias mais recentes



Planejamento Estratégico do Programa de Pós-Graduação em Gerontologia 2024-2028


Curso: O Teatro para a Relação entre Profissionais da Saúde e a Sociedade


Grupo de Investigação do Remodelamento Miocárdico da FCM tem artigo publicado pelo Journal of the American Heart Association

Professor Renato Gaspar, da FCM, é nomeado editor da revista Circulation Research

Pesquisadora associada ao OCRC é a única brasileira contemplada na 6ª edição do prêmio da revista eLIFE

Faculdade de Ciências Médicas
Universidade Estadual de Campinas

Correspondência:
Rua Vital Brasil, 80, Cidade Universitária, Campinas-SP, CEP: 13.083-888 – Campinas, SP, Brasil
Acesso:
R. Albert Sabin, s/ nº. Cidade Universitária "Zeferino Vaz" CEP: 13083-894. Campinas, SP, Brasil.
Desenvolvido pela TI / FCM