Extensão

A área de Extensão Universitária compreende uma ampla gama de atividades que têm como objetivo comum colocar à disposição e à serviço da Sociedade e do Estado, conhecimento, tecnologia e competência, visando o desenvolvimento social e cultural das pessoas e da coletividade. Pode ser melhor entendida como uma grande interface que estabelece um diálogo direto com demandas da sociedade de indivíduos organizados, de empresas e do setor público.Essa demandas são às vezes mal estruturadas, obrigando a um esforço de compreensão e organização do problema para sua melhor abordagem.
Conforme o Plano Nacional de Extensão, elaborado pelos Pró-reitores de Extensão das Universidades Públicas, a Extensão Universitária deve ir “além de sua compreensão tradicional de disseminação de conhecimento (cursos, conferências, seminários), prestação de serviços (assistência, assessoria, consultoria) e difusão cultural (realização de eventos ou produtos artísticos e culturais)” buscando uma relação dinâmica de envolvimento direto com a realidade de vida da população e das necessidades sociais imediatas, instigando a universidade a refletir sobre essa realidade em conjunto com os atores sociais, buscando soluções inovadoras.
No âmbito da UNICAMP, existe uma série de atividades de Extensão, dos mais diversos formatos e arranjos, desde programas que lidam com a ação social e cultural em bairros da periferia, até projetos de assessoria e prestação de serviços bastante sofisticados do ponto de vista tecnológico, passando pela enorme variedade de cursos de extensão. Temos inclusive disciplinas de graduação, optativas, voltadas para atividade de extensão, as quais conferem créditos. Essas disciplinas tem a sigla AM, e tem ampla liberdade de conteúdo formal, sendo muito utilizadas em projetos de extensão com participação de alunos da graduação. Há uma relação da atividade de extensão acessível no site da Pró-reitoria de Extensão.
Há também a possibilidade de se encaminhar projetos da extensão ao FAEPEX, para solicitação de recursos, assim como o SAE que fornece uma bolsa trabalho para alunos que podem estar vinculados a projetos de extensão.
A FCM tem uma tradição de atuação na extensão, na atividade de prestação de serviços, seja no HC/área de saúde, seja nos Centros de Saúde.
Também temos tido envolvimento grande na formatação do SUS, em todas as suas nuances e arranjos, participando do movimento social e institucional que lhe deu origem e continuidade desde seu início .
Mais recentemente, passamos a desenvolver Estágios e Cursos de Extensão que agora aparecem como uma atividade bastante necessária para o conjunto da sociedade dada a demanda experimentada pelos cursos, que se expandem em curva exponencial.
Com o advento do PÓLO de Capacitação de trabalhadores do SUS, a interação com outras faculdades persistiu inédita no território nacional em qualidade, quantidade e abrangência.
Sem descuidarmos do que já fazemos, seria interessante um esforço para desenvolver projetos de extensão vinculados às atividades de ensino, especialmente as de Ações de Saúde Coletiva, Saúde e Sociedade e a Introdução às Práticas de Ciências, sendo um elemento estruturante e articulador dos esforços acadêmicos dentro da FCM, envolvendo alunos e professores em atividades de alta necessidade para o conjunto da população.
Seria interessante também desenvolver esses projetos em parceria com professores e alunos de outras áreas do conhecimento da universidade, de modo a atuar na interdisciplinariedade desde a graduação.

Secretaria da C.E.U

Rosemeire A. de Oliveira
Telefone: 3521- 8944 
rosi@fcm.unicamp.br

Patrícia R. Gonçalves
Telefone: 3521-8848
patty@fcm.unicamp.br