40 Anos

Refletir sobre a história de uma instituição nos possibilita entender sua trajetória, compreender o seu presente, seus acertos e desacertos e preservar sua memória.
Quando a instituição é a Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp, que há 40 anos trabalha com dois dos mais relevantes problemas nacionais, a Saúde e a Educação, a importância deste histórico é maior.
[...]
A instalação da área de Saúde no campus da Unicamp foi capítulo à parte; enormes obstáculos a ser transposta, a transferência do curso clínico de Medicina, a implantação do Hospital das Clínicas.

Hoje, o que se observa é o amadurecimento do corpo docente, com 427 professores, 93% com doutorado e a maioria em regime de dedicação integral à docência e à pesquisa, um impressionante crescimento da pesquisa e da pós-graduação, mais de uma centena de laboratórios de pesquisa, numerosas publicações em revistas nacionais e internacionais.
Como ex-aluna e com a alegria e a honra de estar à frente da diretoria nesta data, tendo participado de todo de todo este processo, posso testemunhar que todos nós ajudamos a construir um patrimônio inestimável para o Brasil, que é a nossa FCM.
Durante as comemorações destas quatro décadas de existências, vivenciamos novamente estas emoções: passear no site dos 40 anos, lendo os depoimentos e revendo as fotos, reencontrando os ex-alunos, os professores... O tempo passou com muita rapidez, mas cada minuto valeu a pena!
Carpe diem...
 
COSTALLAT, Lilian Tereza Lavras. Introdução.  In: COSTALLAT, Lilian Tereza Lavras (Org.). Livro de Memórias da FCM/Unicamp. Campinas: FCM/Unicamp, 2004, p. 09.